RicHard-Core

Nome
RicHard-Core

Numero
#24/7

Liga/Equipa
Roller Derby Porto

Quando e como descobriu a modalidade?
Há cerca de dois anos vi um vídeo no Facebook partilhado pela Camila Ramalho (ex-colega de patinagem artística). Era um vídeo promocional da RDP onde mostrava um bando de pessoas a patinar. Não fazia ideia do que era o Roller Derby, mas as saudades dos patins eram muitas e vi o Roller Derby como uma oportunidade de voltar a patinar. Os patins foi o que me atraiu para o Roller Derby, mas passado uns treinos, fiquei rendido ao desporto em si, à camaradagem e ao bom ambiente que se vive nos treinos e fora deles.

Como é estar na Team Portugal Roller Derby e como foi receber essa noticia? Quais são os teus objectivos para o Mundial de 2014?
Fazer parte da Team Portugal como treinador adjunto dá-me um orgulho imenso. Tenho a sensação que estou a fazer história porque é a primeira vez que Portugal será representado num Mundial desta modalidade.


O meu principal objectivo para este Mundial é fazer com que as atletas evoluam e trabalhem em equipa para que, em Dallas, a Team Portugal não participe “apenas”. Quero que as atletas se destaquem positivamente durante a competição para que o Roller Derby português comece a fazer “tremer” as restantes equipas.

Qual é a tua experiência desportiva prévia ao Roller Derby?
Atleta de Patinagem Artística.

5 Factos sobre ti

  1. Umas das melhores sensações do mundo é andar de patins.
  2. Cotação favorita: “As palavras são como pedras. O que nelas vive é o espírito que por elas passa.”
  3. Fã de livros de ficção/fantástico.
  4. Gosto de vários estilos de música desde fado a metal.
    Música favorita: “Creep” dos Radiohead 
  5. Guilty pleasure: Comer um balde de gelado de strawberry cheesecake enquanto estou sentado no sofá e vejo séries de tv.

 

Advertisements